Assessoria de Imprensa

Tendências em RP para 2024 vão de abordagem mais humanizada até PR’s orientados por dados; desequilíbrio perfeito?!

Por Thábata Mondoni

As transformações do mercado desafiaram muitos setores nos últimos anos, e o de PR não foi diferente. Agora, quase dando boas-vindas à 2024, assessores de imprensa se preparam para lidar não apenas com tendências de inovação e tecnologia, mas também com as mudanças no cenário econômico e social. Pensando nisso, elaborei uma breve lista de pontos importantes que devem ser considerados em estratégias de PR´s para 2024. Vem ver?!

Abordagem humanizada e aproximação com o público – O púbico tem exigido das empresas uma interação mais autêntica (assunto que foi tema da minha tese do MBA na USP e que um dia compartilho com vocês), por isso, uma abordagem mais humanizada tem o poder de reforçar uma conexão e gerar identificação com o público.

Posicionamento e autenticidade – O posicionamento estratégico também é uma forte tendência para os próximos anos, assim com a autenticidade, pois englobam a exigência do público por uma abordagem mais humanizada das empresas/marcas. Aquelas que conseguirem fazer isso com maestria, estratégia e jogo de cintura, terão a cereja do bolo em 2024. Um risco que só vale a pena com muita pesquisa e competência.

Uso de IA e PR orientado por dados – um assunto bastante polêmico no meio jornalístico. Será preciso compreender as tecnologias como aliadas e não substitutas. Também não podemos negar a importância dos dados em processos decisórios, muito menos em estratégias de PR. Os dados podem mostrar o caminho para uma maior eficiência estratégica.

Maior engajamento com veículos especializados – a concorrência por espaço da grande mídia liderada por grandes marcas vem abrindo caminho para os veículos segmentados se posicionarem com maior força entre as empresas de médio e grande porte, o que fará o número de parcerias com esses canais evoluírem.

Canais digitais de mídia patrocinados – também levando em consideração o fato que a grande mídia vem sendo liderada por grandes marcas, surgem cada vez mais canais digitais patrocinados por marcas de médio e pequeno porte, como podcasts, revistas e canais de Youtube.

Publi post na grande mídia – para resolver o problema de monetização dos veículos tradicionais de grande porte e visando também dar espaço para visibilidade de outras empresas, muitos passarão a oferecer cada vez mais serviços adicionais como: produção de conteúdo e publicações pagas, até cursos de especialização e realização de eventos físicos e virtuais em collab.

Social media – uma aliada às estratégias de PR, as redes sociais passaram a servir como amplificadoras de alcance da mensagem, viabilizando maior engajamento da notícia. Algo que deve se intensificar no próximo ano.

Thábata Mondoni é CEO da Agência Mondoni Press de PR e diretora de Marketing da ABINC (Associação Brasileira de Internet das Coisas). Possui 19 anos de experiência em jornalismo, assessoria de imprensa e reputação de marca. Atuou como repórter e editora de veículos como TVs, Jornais Impressos, Portais de Notícias e departamentos de comunicação de grandes empresas. É MBA em Marketing pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista pela University of La Verne, na Califórnia.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?
<--leadlovers--> <--/leadlovers-->